Inicio Alimentação Frutas e Legumes Melancia: tudo sobre esta fruta fresca de verão

Melancia: tudo sobre esta fruta fresca de verão

Com as suas cores vibrantes, verde por fora, vermelha por dentro, com sementes pretas a salpicar a polpa sumarenta, a melancia é uma fruta fresca típica do verão a que poucos resistem.

Conheça alguns dos benefícios da melancia, as variedades e também a sua história.

Origem e história da melancia

Citrullus lanatus, esse é o nome científico da melancia. Da mesma família do pepino, da abóbora e do melão, esta fruta é originária de África. Presume-se, mais especificamente, que seja do deserto de Kalahari. O primeiro registo de colheita doméstica deu-se há cerca de 5.000 anos, no Egito, como descrevem hieróglifos encontrados nas paredes de suas construções remotas. No antigo Egito, melancias eram colocadas nos túmulos dos reis para alimentá-los na ‘vida’ após a morte.

A partir de viagens feitas pelos navios mercantes para os países ao longo do Mediterrâneo, a melancia chegou à China por volta do século X. No século XIII, foi introduzida na Europa trazida pelos mouros e depois conquistou a América, na época dos Descobrimentos.

Tipos de melancia

A melancia mais conhecida é com sementes pretas, polpa vermelho/rosado e casca verde riscada ou lisa. Contudo, existem muitos outros tipos de melancia. Antes de falarmos especificamente sobre cada tipo, é importante saber que todas as melancias que encontra à venda no Continente são doces e colhidas no ponto exato da maturação.

E sabe porquê? Por que o segredo da melancia é o ponto de corte que é feito por pessoas experientes no campo. É preciso conhecimento para saber quais as melancias que estão boas para levar até si prontas a consumir. Quer saber quais os tipos de melancia que temos para si?

Melancia preta sem sementes

Fruto do cruzamento de duas variedades, esta melancia é carnuda e muito sumarenta. Ideal para quem aprecia uma textura mais crocante e doce. Esta melancia, em boa verdade, tem sementes, mas são brancas e muito pequenas que se engolem sem notar.

Melancia alongada de pele riscada

Indicada para quem prefere uma melancia sumarenta, de textura macia e que não se importe com as sementes.

Mini melancia

No tamanho ideal para ser saboreada de uma só vez, esta melancia de sabor bastante adocicado também não possui sementes.

Benefícios da melancia

  • Baixo valor energético: a melancia é composta por mais de 90% de água e apenas 6% de açúcar. Possui apenas 26 calorias por 100g e é rica em fibra. Um fruto com poucas calorias e sabor doce, é uma excelente alternativa quando apetece uma sobremesa fresca no verão;
  • Ação antioxidante: o vermelho da polpa da melancia resulta, sobretudo, do conteúdo rico em caroteno, um pigmento dotado de uma função antioxidante, podendo contribuir para a proteção das células contra oxidações indesejáveis;
  • Hidratante: composta por mais de 93% de água, é um fruto ideal para hidratar o organismo enquanto se delicia.

Como escolher e conservar a melancia

A melancia deve ser pesada. Ao adquiri-la escolha-a comparando dois frutos do mesmo tamanho, optando pelo que apresentar maior peso. A melancia é um fruto que tem de ser colhido maduro, uma vez que a sua qualidade não melhora após a colheita. Verifique se a mancha da casca que esteve em contacto direto com o solo, a “cama”, está amarela.

Na hora de conservar, se ainda não tiver sido aberta, pode deixar em temperatura ambiente. Depois de aberta, é necessário colocá-la no frigorífico, de preferência envolvida em película aderente, onde se pode manter até 7 dias.

A melancia é uma fruta muito versátil. Pode ser usada em sumos, compotas, gelados, saladas, molhos e até em sopas frias. 

Já conhecia a história, variedades e benefícios da melancia? Se gostou do nosso artigo, partilhe com seus amigos e familiares para que também possam beneficiar destas informações.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Os melhores espumantes para as suas Festas

Chegamos ao mês do Natal e da passagem de ano. É o momento de fazer balanços, mas também de festejar por ter...

Tudo o que precisa saber sobre as couves

Por serem alimentos ricos a nível nutricional e com baixo valor calórico, as couves podem e devem fazer parte de uma alimentação...

Dicas para enfeitar a árvore de Natal

Acredita-se que a tradição de enfeitar árvores no Natal surgiu no século XVI na Alemanha, através de Martinho Lutero. Reza a lenda...

Conheça os chás e tisanas mais reconfortantes

O chá é apreciado por toda a gente e tem uma história que remonta a 3000 anos a.C. Beber uma chávena de...

Conheça o azeite Cinco soldos

Muito saudável e com um papel central na alimentação mediterrânica, o azeite está intrinsecamente ligado à nossa gastronomia. O Continente, ao reconhecer...