Inicio Bem-Estar Nutrição Saiba ler rótulos e faça escolhas saudáveis

Saiba ler rótulos e faça escolhas saudáveis

Para melhor decidir o que comemos, é essencial saber ler a informação nas embalagens. Aprender a ler rótulos é fundamental para fazer escolhas alimentares saudáveis.

O que envolve ler rótulos?

Existe uma série de informações que constam no verso das embalagens e que interessa interpretar para perceber quais são as alternativas mais saudáveis. Deste modo, quando for ao supermercado tenha em atenção:

Declaração nutricional

A versão mais completa inclui o valor energético do produto (valor calórico) e os nutrientes obrigatórios (lípidos, ácidos gordos saturados, hidratos de carbono, açúcares, proteína e sal). Pode também apresentar teores de fibra, vitaminas, minerais, ácidos gordos monoinsaturados, ácidos gordos polinsaturados, entre outros. A informação é, normalmente, apresentada por cada 100 g ou 100 ml e por porção ou unidade.

Lista de ingredientes

Deve ser a primeira coisa a ler. Os ingredientes são apresentados por ordem decrescente em função da quantidade, ou seja, o que está em maior porção surge primeiro, depois vem o segundo ingrediente mais abundante e assim sucessivamente. Os aditivos (substâncias adicionadas para melhorarem as características ou longevidade do produto) são representados pela categoria e nome específico ou pela letra ‘E’, seguida de um número com três algarismos (Ex. antioxidante E300). A presença de elementos alergénicos (glúten, amendoim, etc.) também é aqui identificada.

Condições de conservação

Recomendações essenciais sobre como manter e armazenar os alimentos em condições de consumo, quer fechados quer depois de abertos.

Data de validade

Indica a data-limite até à qual o produto deve ser consumido, designada por ‘Consumir até’, ou a data de durabilidade mínima, que representa o prazo até ao qual se garantem todas as suas propriedades, designada por ‘Consumir de preferência antes de’.

Além da informação básica sobre a composição dos alimentos, algumas marcas apresentam até um resumo nutricional na frente da embalagem sob a forma de semáforo, com as cores verde, amarelo e vermelho, no que diz respeito aos elementos que, em excesso, são mais perigosos para a saúde: açúcares, gordura (lípidos), gordura saturada (saturados) e sal. Informam, através de um código de cores, a presença em maior ou menor grau, dos nutrientes que, em excesso, mais prejudicam a saúde. Além disso, pode indicar a energia em quilocalorias ou quilojoules e a percentagem do Valor Diário de Referência (DR) que uma porção do produto (100 g para alimentos/100 ml para bebidas) fornece de cada nutriente.

Saber ler rótulos e interpretá-los é essencial para vigiarmos exatamente o que comemos, em que quantidades e se está dentro do prazo de validade. A vida é feita de escolhas e, por isso, há que saber fazê-las. Partilhe estas indicações com aqueles que lhe são próximos como alerta sobre a necessidade de conhecer aquilo que se consome.

ÚLTIMOS ARTIGOS

10 bons vinhos rosé para o verão

Os rosés são vinhos perfeitos para o verão. Leves, frescos e com uma coloração única, oferecem imensas possibilidades de harmonização gastronómica. Podem...

Conheça a nova Yammi 2 Edição Limitada Vida Saudável

Com o ritmo de vida acelerado da sociedade moderna, cada vez mais as pessoas têm menos tempo para cozinhar, pelo que ter...

5 receitas para fazer gin tónico em casa em dias quentes

Nos dias quentes de verão, nada melhor do que uma bebida refrescante para degustar entre amigos, em família ou até sozinho. Aliás,...

Picanha: conheça esta carne tenra e suculenta

A picanha é a estrela de qualquer churrasco. É aquela carne que todos ficam à espera que chegue à mesa para a...

Melancia: tudo sobre esta fruta fresca de verão

Com as suas cores vibrantes, verde por fora, vermelha por dentro, com sementes pretas a salpicar a polpa sumarenta, a melancia é...