Inicio Lifestyle Sustentabilidade O que fazer ao óleo alimentar usado?

O que fazer ao óleo alimentar usado?

É com bastante frequência que utilizamos óleos alimentares na confeção de alimentos. Segundo a Agência Portuguesa do Ambiente – APA, uma família de 4 pessoas consome em média 1 litro de óleo por semana. O descarte deste óleo alimentar usado feito de maneira incorreta provoca graves problemas ao ambiente.

De acordo com a Quercus, “1 litro de óleo é suficiente para poluir cerca de 1 milhão de litros de água”, por esta razão nunca deve colocar o óleo alimentar usado no esgoto. A probabilidade de danificar as infraestruturas e potenciar o aparecimento de pragas é elevada. A gordura acumulada nos filtros dos sistemas de tratamentos das águas residuais (ETAR’s) pode também danificá-los, originando um mau funcionamento e prejudicando o tratamento das águas.

Óleo alimentar usado em prol do ambiente

Se o óleo alimentar usado for descartado da forma correta, acaba por ser um contributo ao meio ambiente. Quando reaproveitado, é utilizado na produção de biodiesel e sabão. Segundo a APA, “1000 litros de óleos alimentares usados permitem produzir entre 920 e 980 litros de biodiesel, combustível que apresenta índices de emissão de dióxido de carbono que podem ser 80% mais baixos do que os que são emitidos ao utilizar gasóleo.”

Por estes motivos, é essencial que o óleo alimentar usado seja devidamente armazenado e encaminhado para os sistemas de recolha existentes. Como cidadãos conscientes temos o dever de descartar os óleos alimentares usados da forma correta para não sobrecarregar ainda mais o nosso planeta.

Como descartar óleo alimentar?

Da próxima vez que tiver óleo alimentar usado em casa e o quiser descartar, deixe-o arrefecer primeiro. Com o auxílio de um funil, coloque o óleo numa garrafa plástica (nunca utilize vidro) e feche bem para evitar que derrame.

Onde entregar o óleo usado?

O óleo alimentar usado deve ser entregue num ponto de recolha ou depositado num dos oleões disponibilizados pelo município.

Coloque apenas óleo de origem alimentar (óleo de fritar, azeites, óleos de conservas) e nunca óleo lubrificante de motor (mineral ou sintético). No momento de descarte, não verta o óleo diretamente no oleão.

Quais as vantagens de descartar o óleo de forma correta?

Ao descartar o óleo alimentar usado da forma correta estará a contribuir para a redução das cargas poluentes nas ETAR’s, permite que o óleo alimentar usado seja utilizado na produção de biodiesel e sabão e contribui para a redução da emissão de GEE (gases de efeito estufa) para a atmosfera.

Uma atitude simples que deve adotar no dia a dia para reduzir a pegada ecológica e garantir um futuro melhor para nós e para os nossos descendentes.

A reciclagem é fundamental para a preservação do nosso planeta! Vamos fazer a nossa parte? Se gostou deste artigo com dicas para o reaproveitamento do óleo alimentar usado, partilhe com os seus amigos e familiares para que também possam contribuir para um mundo melhor.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Dicas para uma melhor higiene oral

Certamente já ouviu dizer que “É melhor prevenir do que remediar”. No que diz respeito à saúde, este ditado torna-se ainda realista.

Descubra as cápsulas de café Continente Seleção

Sabia que o café teve a sua origem na Etiópia? Reza a lenda que enquanto um pastor passeava as suas cabras nos...

Hambúrgueres com Molho de Cogumelos

Se é amante de hambúrgueres, porque não juntar molho de cogumelos? Experimente esta receita e delicie-se com o resultado.

Maçã: variedades e benefícios

A maçã é um dos frutos mais populares e consumidos em todo o mundo e também um dos mais antigos de que...

Lanches saudáveis para o regresso às aulas

O regresso às aulas está à porta e são muitos os pormenores a considerar para um arranque perfeito. As refeições escolares são...