Inicio Lifestyle Vinhos Vinho do Porto e Moscatel para os dias frios

Vinho do Porto e Moscatel para os dias frios

Agora que o tempo frio veio para ficar, aconchegue-se e descubra como tirar o melhor proveito do vinho do Porto e do Moscatel.

Se existisse uma grande convenção mundial que reunisse a produção de todos os vinhos do planeta Terra, como se fosse uma espécie de Jogos Olímpicos, seria bem provável que Portugal ganhasse em várias categorias. 

E se nesta convenção integrasse a categoria de vinhos licorosos, ou fortificados, Portugal certamente receberia as medalhas de ouro, prata e bronze. A influente revista americana Wine Spectator, por exemplo, elege, por alguns anos, um vinho do Porto para melhor do ano, nº1 do seu TOP 100.

Nestes vinhos, os açúcares das uvas são, propositadamente, impedidos de se transformar em álcool através da paragem provocada pela adição brusca de aguardente ou álcool vínicos que aumenta significativamente o teor alcoólico do vinho/mosto, inibindo a ação fermentativa das leveduras.

Vinho do Porto

Com as uvas, essencialmente tintas, que crescem no vale do Douro, produz-se o vinho do Porto, de acordo com a regulamentação do mundo vinhateiro. E com estas mesmas uvas, produzem-se dois estilos de Porto.

Estilo Ruby ou Frutado

Estes vinhos são engarrafados durante a sua juventude, atrasando desta forma a evolução oxidativa. As categorias superiores conhecem apenas o escuro dos depósitos de inox ou a imensidão dos enormes tonéis de madeiras exóticas antes da passagem para a garrafa, onde terão uma evolução lenta e, por vezes, secular.

A qualidade varia desde o Ruby básico até ao mítico e valorizável Vintage datado, passando pelo Reserva e o Late Bottled Vintage. No estilo frutado novo, existe a nova opção da cor Pink ou Rosé.

Estilo Tawny ou Alourado

Incluem-se no estilo Tawny ou Alourado vinhos desenhados para uma degustação após intensa evolução oxidativa, normalmente em pequenas pipas de madeira. Na maior parte das vezes, tratam-se de lotes de vinhos novos e velhos que se misturam. Na sua base poderão estar castas tintas ou brancas. No caso destas últimas, a designação Branco ou White deve aparecer de modo visível.

Com as castas tintas, a qualidade varia desde o Tawny básico até ao Colheita datado, passando pelo Reserva e pelos lotes com indicação de idade 10, 20, 30 ou mais de 40 anos.

Vinho Moscatel e da Madeira

Os vinhos Moscatéis e Madeira seguem o mesmo processo oxidativo do vinho do Porto. Estagiam em pipas e barricas dando origem aos não datados mais jovens e aos vinhos com indicação de idade. Estes últimos começam em 5 anos, e vão até aos Colheitas que incluem vinhos de uma só vindima. Sendo assim, existem Madeiras, Portos e Moscatéis de grande complexidade e raridade, ainda dos séculos 18 e 19.

Harmonização dos vinhos

Para os dias mais frios, quando apetece um vinho do Porto ou Moscatel, vamos providenciar algumas ideias para harmonizá-los da forma mais correta e tirar melhor partido das características de cada um.

Sobremesas doces

Se o doce tiver algum tanino, por exemplo, do chocolate (cacau) ou de fruta fresca, a opção é vinho do Porto Ruby (ou frutado), se possível das categorias especiais L.B.V. ou Vintage.

Para o domínio do ovo conventual, do mel, do caramelo e da fruta seca, o melhor é harmonizar com vinho Madeira, Porto Tawny (ou alourado) ou Moscatel de Setúbal ou Douro.

Queijos

Para acompanhar os queijos de pasta mole (Estrela, Azeitão), filamentada (Mozarela) e embolorada (denominados “azuis” como o Stilton ou o Roquefort) a melhor opção são os vinhos fortificados, como o Porto, Moscatel ou Madeira.

E finalmente, para usufruir da melhor forma destes vinhos, há que se observar a temperatura na hora de servi-los: para a fruição de um cálice de Porto Tawny ou Ruby, o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto aconselha o serviço entre 12º e 14º. No uso de Portos (sobretudo Rosés e Brancos) e moscatéis em composições (cocktails), então o gelo coloca o serviço abaixo dos 10º.

Sabemos que há vinhos mais apropriados para os dias mais quentes e outros para quando o frio se avizinha como é o caso do Vinho do Porto e Moscatel. Aproveite a estação com temperaturas mais amenas e desfrute destes vinhos com as dicas que apresentámos aqui.

Partilhe este artigo com os seus amigos e familiares.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Os melhores espumantes para as suas Festas

Chegamos ao mês do Natal e da passagem de ano. É o momento de fazer balanços, mas também de festejar por ter...

Tudo o que precisa saber sobre as couves

Por serem alimentos ricos a nível nutricional e com baixo valor calórico, as couves podem e devem fazer parte de uma alimentação...

Dicas para enfeitar a árvore de Natal

Acredita-se que a tradição de enfeitar árvores no Natal surgiu no século XVI na Alemanha, através de Martinho Lutero. Reza a lenda...

Conheça os chás e tisanas mais reconfortantes

O chá é apreciado por toda a gente e tem uma história que remonta a 3000 anos a.C. Beber uma chávena de...

Conheça o azeite Cinco soldos

Muito saudável e com um papel central na alimentação mediterrânica, o azeite está intrinsecamente ligado à nossa gastronomia. O Continente, ao reconhecer...